76c00ce348adcaec1ebf5578fa13b8a8

5 coisa que aprendemos ou nos esquecemos

Hoje li o post publicado “Redbull: 5 coisas que aprendemos com o quick pro gold coast” que foi partilhado por um amigo no facebook. Já nas primeiras linhas fiquei com aquela sensação de deja-vu. E acho que como todo mundo, sempre que tem está sensação, começo a pensar de forma diferente, e como sempre a questionar coisas.

 

Kelly Slater está ultrapassado – ao menos em condições “normais” de surf

É uma afirmação engraçada. Realmente procuramos aquele atleta avassalador. Mas não se esqueça que o “Samsung Galaxy Championship Tour” é um campeonato que a priori, deve sempre funcionar nas melhores condições das melhores ondas mundiais. Para um atleta que esteve sempre lutando pela liderança até a ultima etapa é realmente um afirmação engraçada pela sua coragem, mas os factos são outros. Uma coisa é certa, oquê esta afirmação tem ao seu lado é o tempo. Pois é inevitável que isso aconteça, o tempo como diz Tulio Brandão: – “O tempo é o seu inimigo” e cedo ou tarde ele terá que parar.

 

“Mick Fanning está mais rápido e mais forte do que nunca – mas, não consegue fugir do surf convencional”

Sempre gostei do surf dele, mas nunca fui seu fã acho que por causa da previsibilidade do seu surf. Isso não desmerece suas qualidades, mas não dá brilho.

 

Gabriel Medina não é o “homem de gelo” que aparentava ser durante a temporada 2014″

Como todos sabem o ano de 2014 não foi o ano mais brilhante do Gabriel Medina, foi sim o ano que ele usou melhor a regra de competição. Foi o ano que ele soube acertar seu surf fazendo manobras com muita radicalidade que deliberadamente garantisse pontuação e não espetáculo. Não me leve a mau, G.M. para mim é o melhor surfista da actualidade.

 

Wiggolly Dantas vai brigar por um lugar entre os Top 10″

Para mim quero o ver ser campeão mundial!!! Actualmente é o meu surfista preferido. Dantas para mim é o um dos rockies brasileiros de todos os tempo mais bem “self prepared” ao entrar no tour.

 

 

Filipe Toledo vai ser campeão mundial”

Sempre que escuto algo assim, seja de quem for, me lembro do Taj Burron.

Never knock back a fan. Photo @woodysecurity  - Instagram / Taj Burrow

Never knock back a fan. Photo @woodysecurity – Instagram / Taj Burrow




There are no comments

Add yours